Ainda não tenho inscrição! Clique aqui para Inscrição e Reservas de Cursos e Simpósios
Já tem inscrição? Clique aqui para reserva de Cursos e Simpósios
CURSOS E SIMPÓSIOS LUNCH & LEARNING

Cursos e Simpósios

 
- 04/09/2017

SIMPÓSIO - IMPACTO DO MARCO LEGAL NA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

Coordenadora: Helena Bonciani Nader UNIFESP



Horário: 10:00 - 11:30

SIMPÓSIO - BIOMECÂNICA E OS DESFECHOS CLÍNICOS NA ODONTOLOGIA

Coordenador: Carlos José Soares UFU

Ministradores:

Josete Barbosa Cruz Meira FOUSP - Simulação de reabsorção óssea nos maxilares por sobrecarga mecânica

André Luiz Faria e Silva UFS - Biomecânica e o desempenho clínicos de dentes tratados endodonticamente

Carlos José Soares UFU - Biomecânica do trauma dental – Entendendo os desfechos clínicos decorrentes de lesões traumáticas.



Horário: 10:00 - 11:30

CURSO - INTERFACES ADESIVAS: DO MATERIAL AO SUBSTRATO

Coordenadora: Sílvia Maria Ribeiro de Alencar Gonçalves – GBPD

Ministradores:

Aline de Almeida Neves – UFRJ

Marcos de Oliveira Barceleiro UFF



Horário: 10:00 - 11:30

CURSO INTERNACIONAL - ACADEMIC WRITING: PERFECTING YOUR DRAFT

Coordenador: Valentim Adelino Ricardo Barão - FOP-UNICAMP

Ministradora:

Diana Hopkins - University of Bath (Inglaterra)



Horário: 08:00 - 11:30

CURSO - FUNDAMENTOS DA PESQUISA TRANSLACIONAL NA ODONTOLOGIA: UMA VIA DE MÃO DUPLA DA BANCADA À CLÍNICA

Ministrador:

Alexandre Rezende Vieira - University of Pittsburgh (USA)



Horário: 15:30 - 17:00

CURSO - VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA EM SAÚDE BUCAL: AÇÕES A PARTIR DOS INQUÉRITOS EPIDEMIOLÓGICOS NACIONAIS

Coordenadora: Efigênia Ferreira e Ferreira - ABRASCO



Horário: 15:30 - 17:00

POR QUE ALGUNS PACIENTES ESCOVAM OS DENTES E MESMO ASSIM TEM CÁRIE? O PAPEL DA SUSCEPTIBILIDADE INDIVIDUAL

MINISTRADOR: Alexandre Rezende Vieira - Universidade de Pittsburg - USA

Resumo: Em humanos, incluindo estudos em gêmeos, existe evidência de que cárie tem um componente genético. A prevalência da doença vem consistentemente decaindo, apesar do alto consumo de açúcares, provavelmente pela exposição ao flúor. Todavia, ainda existem indivíduos que apresentam a doença. No estudo de Vipeholm, ficou claramente estabelecido que quanto mais açúcar se consome, mais lesões de cárie em média se tem, mas mesmo assim algumas pessoas (em torno de 20%), não desenvolveram nenhuma lesão de cárie. O que estava protegendo àquelas pessoas? Nessa sessão, será discutido como susceptibilidade individual à doenças, e à cárie mais especificamente, podem ser entendidas, e como os vários aspectos da patogenia da doença (estrutura do esmalte, colonização por microorganismos, qualidade da saliva, e comportamento) são influenciados por genes.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

HIPOMINERALIZAÇÃO MOLAR-INCISIVO: EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS E DESAFIOS

MINISTRADORA: Marina de Deus Moura de Lima - UFPI

RESUMO: Hipomineralização molar-incisivo (MIH) corresponde a defeito qualitativo do esmalte dentário que afeta primeiros molares permanentes frequentemente em associação com incisivos permanentes. A prevalência desta condição tem sido bastante variável, com frequência global estimada em 14,2%. Indivíduos com MIH têm 2.1 a 4.6 mais chances de desenvolver cárie dentária e representa problema de saúde pública silencioso, com encargo socioeconômico substancial e que afeta a qualidade de vida dos que a possuem. O diagnóstico precoce de dentes com MIH possibilita a adoção de condutas preventivas a fim de evitar desintegração pós-eruptiva do esmalte hipomineralizado, diminuindo a possibilidade de desenvolvimento de lesões cariosas. Desta forma, promover saúde bucal bem como prestar tratamento curativo e preventivo a esse grupo peculiar de indivíduos representa um grande desafio ao cirurgião dentista. O objetivo deste curso é discutir as evidências científicas atuais sobre a hipomineralização molar-incisivo.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

EMPREGO DO ULTRASSOM NA OTIMIZAÇÃO DO TRATAMENTO E RETRATAMENTO ENDODÔNTICO

MINISTRADOR: Marco Antonio Hungaro Duarte – FOB/USP

Resumo: Será abordado sobre o emprego do ultrassom na otimização da limpeza e aumento de paredes tocadas durante o preparo biomecânico dos sistemas de canais radiculares. Será discutido também como o ultrassom melhora a eficiência da medicação intracanal e o preenchimento na obturação endodôntica. Serás versado também sobre a eficiência do ultrassom durante retratamento endodôntico aumentando de forma eficiente a limpeza e redução de material obturador.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

REVISÕES SISTEMÁTICAS E META-ANÁLISES DE ENSAIOS CLÍNICOS RANDOMIZADOS

MINISTRADORA: Alessandra Reis - UEPG

Resumo: O objetivo deste Lunch & Learning é apresentar os passos básicos envolvidos no desenvolvimento de uma revisão sistemática com ou sem meta-análise e também discutir as críticas que geralmente são apresentadas a este tipo de metodologia. A professora também estará disponível para aconselhamento em algum tipo de dúvida que os participantes possam ter na respectiva metodologia.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

HALITOSE EM CRIANÇAS E JOVENS: DIAGNÓSTICO, EVIDÊNCIAS E NOVAS PROPOSTAS DE TRATAMENTO

MINISTRADORA: Sandra Kalil Bussadori – UNINOVE

Resumo: Nessa conferência será realizada a abordagem dos tipos de halitose e causas mais evidentes em crianças e jovens; níveis de evidência dos estudos na literatura e diferentes tratamentos propostos.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

OPÇÕES REABILITADORAS PARA PRÓTESES SOBRE IMPLANTES: ABORDAGEM CRÍTICA

MINISTRADORA: Fernanda Faot - UFPEL

Resumo: Atualmente existe uma grande preferência dos pacientes para com as opções de tratamento minimamente invasivas para a reabilitação de pacientes com edentulismo total e/ou parcial por meio de próteses implantossuportadas sem a utilização de enxertos ósseos.  Neste sentido, diversas abordagens cirúrgicas e protéticas encontram-se disponíveis como: cirurgias sem retalho para a instalação de implantes, técnicas de expansão cirúrgica de rebordo alveolar, implantes curtos e ultra-curtos, implantes de diâmetro reduzido, mini-implantes, planejamento de numero reduzido de implantes, instalação de implantes inclinados e fixações zigomáticas. O objetivo dessa sessão será discutir o estágio atual das pesquisas clinicas referentes a opções reabilitadoras não-invasivas para o paciente edêntulo com foco na previsibilidade e longevidade das mesmas, discutir os aspectos biomecânicos relacionados a reabilitação protética e possíveis variáveis de desfecho apropriadas para avaliar o desempenho destas opções de tratamento.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

CURSO - SAÚDE BUCAL E QUALIDADE DE VIDA

Ministradora:

Maria Gabriela Haye Biazevic - FOUSP

Público-alvo: pesquisadores de diversas especialidades odontológicas que queiram incorporar mensurações do impacto que a condição bucal pode causar na qualidade de vida dos pacientes

Objetivo: O objetivo discutir o impacto que a qualidade de vida possui na saúde bucal em diversos contextos da Odontologia. Ademais, serão discutidos os métodos para avaliação da qualidade de vida na clínica e também a validação de instrumentos de qualidade de vida para diferentes realidades regionais.

Justificativa: A mensuração da qualidade de vida relacionada à saúde bucal deve ser realizada juntamente com a avaliação clínica do paciente, já que diversos fatores envolvem sua percepção de saúde e doença. Assim, neste século existe uma tendência à incorporação desses conceitos com o objetivo de realizar avaliações mais fidedignas do impacto que a condição bucal possui no indivíduo como um todo, em sua vida. Existem diversos instrumentos ao alcance do profissional para essa finalidade, e vamos orientar aqueles que desejem utilizá-los de maneira adequada, em cada especialidade clínica.

  1. Definições de qualidade de vida e funcionalidade.
  2. Avaliação da qualidade de vida em saúde bucal.
  3. Instrumentos disponíveis.


Horário: 15:30 - 17:00

COMO A CONDIÇÃO PERIODONTAL PATERNA PODE ALTERAR A SAÚDE PERIODONTAL INFANTIL?

MINISTRADOR: Renato Corrêa Viana Casarin FOP/UNICAMP

Resumo: Tradicionalmente, sabe-se que a microbiota oral é adquirida a partir do nascimento, tendo uma íntima relação com a microbiota dos pais. Contudo, estudos mais recentes com tecnologias mais amplas tem demonstrado que a microbiota adquirida na infância em famílias com pais apresentando doença periodontal pode contribuir para a aquisição de uma microbiota mais patogênica, com uma resistência aos tratamentos usualmente aplicados na infância, podendo resultar em uma condição clínica desfavorável. Na sessão Lunch & Learning, abordaremos esses conceitos e estudos que tentam modular essa relação para uma condição de saúde periodontal familiar.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR NOS TRAUMATISMOS DENTÁRIOS: DIAGNÓSTICO, TRATAMENTO E SEQUELAS

MINISTRADORA: Adriana de Jesus Soares - FOP/UNICAMP

RESUMO: O trauma dental é considerado uma situação de emergência odontológica, cujo tratamento requer medidas terapêuticas que variam de acordo com o tipo de trauma, condição pulpar, periapical e estágio de rizogênese do dente. Em todos esses casos, os pacientes devem ser acompanhados por longos períodos de tempo para que, mediante uma complicação tardia, o dentista possa agir em tempo hábil e contribuir para a manutenção do dente na cavidade oral. Portanto, é importante aprimorar os conhecimentos em diagnosticar e realizar atendimento emergencial em pacientes acometidos de traumatismos dentários.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

ORIENTAÇÕES DA ACADEMY OF DENTAL MATERIALS PARA ENSAIOS LABORATORIAIS ENVOLVENDO COMPÓSITOS RESINOSOS

MINISTRADOR: Roberto Ruggiero Braga - FOUSP

Resumo: Em 2017, a Academy of Dental Materials publicou uma série de artigos com informações sobre os ensaios laboratoriais mais utilizados na avaliação de adesivos, cerâmicas e compósitos resinosos. De acordo com os autores “a principal motivação foi apresentar aos jovens pesquisadores informações complementares àquelas encontradas nas normas da ISO e em revisões de literatura.” Compósitos resinosos foram abordados em dois artigos:

Ilie et al., Academy of Dental Materials guidance – Resin composites: Part I – Mechanical properties. Dent Mater 33 (2017): 880-894.

Ferracane et al., Academy of Dental Materials guidance – Resin composites: Part II – Technique sensitivity (handling, polymerization, dimensional changes). Dent Mater 33 (2017): 1171-1191.

Neste Lunch & Learning o conteúdo destes documentos será apresentado aos participantes, discutindo-se as vantagens, desvantagens, detalhes e eventuais dúvidas sobre as principais metodologias usadas na avaliação laboratorial de compósitos resinosos.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00

CRONOBIOLOGIA APLICADA A PRÁTICA ODONTOLÓGICA

MINISTRADORA: Júnia Maria Serra-Negra - UFMG

Resumo: Cronobiologia é uma ciência que diz que o organismo funciona segundo o compasso da natureza. O humor, a temperatura, o sono e os hormônios são comandados pelo relógio biológico interno do ciclo circadiano dia/noite. Estes ciclos podem variar em cada indivíduo segundo suas preferências individuais, o que caracteriza o cronotipo pessoal. Algumas pessoas apresentam maior energia no ciclo matutino e outras são mais noturnas. Forçar o relógio biológico interno a funcionar fora do seu padrão pessoal de cronotipo pode desencadear o estresse. Estresse afeta a saúde!  No campo da odontologia esta temática tem sido estudada associada aos hábitos alimentares, de higiene bucal, cárie, bruxismo, desordens do sono, vícios em tecnologias digitais e hábitos orais. Conhecer o cronotipo pessoal do dentista e também do seu paciente pode até colaborar na adaptação comportamental durante o atendimento odontológico. Este é um campo novo na odontologia que ainda há muito a explorar.



Valor: R$ 100,00

Horário: 11:45 - 13:00





Lunch & Learning

 





Ainda não tenho inscrição! Clique aqui para Inscrição e Reservas de Cursos e Simpósios
Já tem inscrição? Clique aqui para reserva de Cursos e Simpósios

34ª Reunião da SBPqO
03 a 06 de Setembro de 2017
Expo D. Pedro Campinas

Av. Lineu Prestes, 2227 - Cid. Universítária - São Paulo - SP - CEP: 05508-000 - Tel./Fax: (11) 3091-7855 - sbpqo@sbpqo.org.br - Skype: sbpqo.secretaria2